Perfil de Angola

Foto: sapo24

Um dos países mais ricos em recursos minerais, tendo como principal o Petróleo que o destaca no comércio Mundial, tem aberto cada vez mais suas portas para investimentos econômicos e também para o turismo, por conta de sua vasta cultura que atrai turistas do mundo inteiro. Além disto, Angola busca estreitar o relacionamento com diversos países, como o caso do Brasil, com quem já possui fortes laços econômicos com várias empresas atuando no país, sobretudo no setor agrícola e da construção Civil.

CAPITAL

Luanda

LOCALIZAÇÃO

Foto: Encyclopaedia Britannica

Localizada na Costa Ocidental da África

Coordenadas: 11.2027° S, 17.8739° E

TERRITÓRIO

Seu território está localizado ao norte da República Democrática do Congo, a leste da República Democrática do Congo e também da Zâmbia, a sul pela República da Namíbia e a oeste pelo Oceano Atlântico. Tem superfície de 1.246.700 km2, extensão da Costa Atlântica de 1.650km e fronteira terrestre de 4.837km.

De acordo com dados do site da Embaixada de Angola no Brasil, o país possui um território que pode ser dividido em seis áreas geomorfológicas: área costeira, cadeia de montanhas marginal, o velho planalto, a bacia do Zaire, a bacia do Zambeze e do Cubango.

Existem cinco bacias hidrográficas em toda a extensão do território angolano, chamadas Zaire, Kwanza, Cunene, Cubango e Queve. Elas ocupam 60% do território que se caracteriza por planaltos, nas terras interiores e pelo relevo do Talude Atlântico que desce em degraus até ao oceano. Cerca de 70% do território está situado a uma altitude entre os 1000 e 1600 m.

Na região central encontram-se os pontos mais altos: Monte Moco (2620 m.) e o Monte Meco (2538 m.). No planalto central, encontram-se as origens dos mais importantes rios que correm em três direções: (Atlântico) E > W, Sudeste > Sul e Norte.

POPULAÇÃO

O número de habitantes é de aproximadamente 27 milhões e, segundo dados demográficos da Embaixada da República de Angola, do total da população, 37% são de Ovimbundu (língua umbundu), 25% de Ambundu (língua kimbundu), 13% de Bakongo e 32% de outros grupos étnicos (como os Côkwes, os Ovambos, os Vambunda e os Xindongas).  Cerca de 2% são mestiços (mistura de europeus e africanos), 1,4% são chineses e 1% são europeus.

CLIMA

Por sua localização, Angola tem um clima que varia entre duas estações, com meses mais chuvosos e temperaturas mais elevadas, (Outubro a Abril), bem características de uma zona tropical que sofre influência térmica das áreas mais desérticas, como do deserto do Namibe e do Kalahari, mas também apresenta meses mais secos e com temperaturas mais baixas, (Maio a Setembro), chegando em média a 17 °C, apesar de sua localização.

PRINCIPAIS RIOS

Os rios angolanos têm grande importância nas relações de comércio e turismo, por criar oportunidades de implementações de negócios de interesses entre Angola e outros países. De acordo com informações do portal oficial do Governo da República de Angola, o principal rio do país é o Kwanza, mesmo nome da moeda nacional. Este rio tem 1000 km de longitude, mas somente 240 km são navegáveis. O único rio que pode ser completamente navegável é o Zaire, que possui 150 km de longitude, no entanto sua área de navegação é menor do que o máximo navegável permitido no rio Kwanza. Além destes, Angola também conta com outros dois principais rios, o Kubango com 975 km de longitude e o Cunene com 800 km de longitude.

CULTURA

Língua – A língua oficial de Angola é o Português, no entanto existem inúmeros dialetos também muito presentes na comunicação, como por exemplo: Umbundo, Côkwe, Nganguela, Nyaneka, Fiote, Kwanyama, Luvale, Muhumbi entre outros.

Religião – O cristianismo é muito forte em Angola, sendo o catolicismo a religião predominante do país. Há também muitas igrejas protestantes espalhadas por diversas províncias que foram introduzidas no período colonial. As práticas religiosas tradicionais africanas estão presentes em uma parcela muito pequena da população de Angola comparadas às práticas cristãs.

Símbolos Nacionais – O hino nacional, assim como a bandeira da República de Angola, sofreu uma adaptação em 1975 por conta da proclamação da independência. As cores da bandeira possuem um significado, sendo o vermelho da parte superior a representação do sangue derramado pelos angolanos durante a opressão colonial, a luta de libertação nacional e a defesa da Pátria. Já a cor preta na parte inferior da bandeira representa o Continente Africano. O símbolo encontrado no centro da bandeira representa solidariedade internacional e progresso, enquanto a cor amarela demonstra a riqueza do País.

Danças e festas típicas – Angola possui vasta riqueza artística, com grande diversidade de estilos musicais e ritmos que misturam movimentos que caracterizam as danças tradicionais africanas, como a semba, rebita, cabetula, kilapanga, além dos estilos que já estão bem presentes no Brasil como o zouk, a kizomba e o kuduro.

Foto: Matthew Spiteri/Unsplash

As festas mais tradicionais de Angola são:

Festas do Mar – Com caráter cultural e recreativo, as Festas do Mar acontecem na cidade do Namibe, na época de verão, com exposições de produtos relacionados a agricultura, pesca, construção civil, petróleo e agropecuária.

Carnaval – Assim como no Brasil, o carnaval de Angola é muito celebrado pelas pessoas que fazem o desfile numa das principais avenidas de Luanda e de Benguela com vários carnavalescos e carros alegóricos.

Festa da Nossa Senhora da Muxima – Realizada todos os anos, essa festa é muito popular e atrai diversos turistas devido a suas características religiosas e atrativas. O santuário da Muxima está localizado no Município da Kissama, Província de Luanda e recebe milhares de fiéis durante todo o ano.

PROVÍNCIAS E CAPITAIS

Foto: Wikimedia Commons

 

PRESIDENDE DA REPÚBLICA

O atual presidente da República de Angola é João Manuel Gonçalves Lourenço e o Vice-presidente é Bornito de Sousa Baltazar Diogo.

PIB

Segundo o FMI – Fundo Monetário Internacional, o PIB de Angola é de 124 USD Bilhões – em 2017.

MOEDA

A moeda oficial é o Kwanza.

ECONOMIA

Segundo histórico do Ministério da Economia do Governo de Angola, a partir de 2003 o país observou um forte crescimento econômico, tendo como base fundamental para isso o aumento das receitas associadas ao petróleo.  Em 2009, também houve um bom desempenho do setor não petrolífero, como a agricultura, seguido da construção civil e setor de energia.

Angola ainda é um país muito rico em recursos minerais, estando entre os mais importantes do comércio mundial dos quais se destacam o petróleo, gás natural, diamantes, fosfatos, substâncias betuminosas, ferro, cobre, magnésio, ouro e rochas ornamentais. Ainda hoje, as principais exportações que servem como bases econômicas do país, são: petróleo, diamantes, minerais, madeiras, peixe, café, algodão e sisal. Já entre os produtos que são importados, cujo principal parceiro comercial é o Brasil, estão: produtos alimentícios, bebidas, produtos vegetais, equipamentos elétricos e viaturas.

RELAÇÕES ECONOMICAS E COMERCIAIS COM O BRASIL

Brasil e Angola mantêm fortes relações econômicas e comerciais. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) de janeiro a Junho de 2018, o Brasil exportou cerca de US$ 152 milhões em produtos manufaturados, sendo os principais 21% de açúcar refinado, 14% de Chassis com motor e carroçarias para veículos automotivos e outros 14% de carne de franco. Já em relação às importações, no mesmo período o Brasil importou de Angola cerca de RS$ 40 milhões em produtos manufaturados, sendo 98% deles a importação de Nafta.

De acordo com dados sobre as relações internacionais estabelecidas entre o país africano e outros países, disponibilizadas pela Embaixada da República de Angola, existem inúmeras empresas brasileiras que operam no país, principalmente no setor da construção civil como é o caso de grandes construtoras como Andrade Gutierrez, Odebrecht, Camargo Corrêa e Queiroz Galvão. O Banco do Brasil também aparece com representação em Luanda.

Ainda segundo a embaixada, estima-se que existam cerca de 5.000 brasileiros registrados em Angola, além disso, o número de emissões de vistos chega a 500 por semana para angolanos que desejam visitar o Brasil.

RELAÇÃO DA AFROCHAMBER COM A REPÚBLICA DE ANGOLA

Segundo o Presidente da AfroChamber – Câmara de Comércio Afro-Brasileira, Rui Mucaje, existe uma relação muito boa entre Brasil e Angola, tanto em questões comerciais como em parcerias econômicas que são estratégicas para o relacionamento de ambos os países.

Delegação junta ao Ministro do Comércio de Angola (centro), Excelentíssimo Doutor Joffre Van-Dúnem Junior

O Presidente também comenta sobre a missão que a equipe da AfroChamber realizou em Angola no mês de março de 2018, em parceria com  o Governo do Estado de Rondônia e com o apoio da Representação Comercial e Consulado da República de Angola em São Paulo. Essa missão tinha como intuito aproximar as empresas brasileiras das angolanas em vários setores da economia, sobretudo nos setores agrícolas e da construção civil, para estreitar os laços já existentes entre os dois países.

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS

ANGOP, Agência Angola Press. Disponível em:<http://www.angop.ao/angola/pt_pt/noticias/politica.html>.  Acesso dia: 09/07/2018.

COUNTRYMETERS, Medidor Populacional. População de Angola. Disponível em: <http://countrymeters.info/pt/Angola>. Acesso dia: 09/07/2018.

FMI, Fundo Monetário Internacional. PIB Angola. Disponível em: <http://www.imf.org/external/index.htm>.  Acesso dia: 09/07/2018.

GOVERNO DE ANGOLA, Portal Oficial do Governo de Angola. Disponível em: <http://www.angola.gov.ao/Default.aspx>.  Acesso dia: 09/07/2018.

INFO-ANGOLA, A biblioteca virtual de Angola. Disponível em: <http://www.infoangola.com/index.php?option=com_content&view=article&id=2720&Itemid=1120>.  Acesso dia: 09/07/2018.

MDIC, Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Angola. Disponível em:<http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/comex-vis/frame-pais?pais=ago>. Acesso dia: 09/07/2018.

REPÚBLICA DE ANGOLA, Consulado Geral em São Paulo. Geografia Disponível em:<http://consuladogeraldeangolasp.net/det5.asp?cod=120&caminho=angola>.  Acesso dia: 09/07/2018.

TRADINGECONOMICS, Indicadores Econômicos. Angola. Disponível em:<https://pt.tradingeconomics.com/angola/indicators>. Acesso dia: 09/07/2018.

WIKIPÉDIA, Angola. Governo e Política. Disponível em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Angola#Governo_e_pol%C3%ADtica>.  Acesso dia: 09/07/2018.

 

 

 

Faça o primeiro comentário a "Perfil de Angola"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


www.000webhost.com